Tabus alimentares: mito ou verdade?

Voltar para home do blog

16 FEV/2017 | Departamento de Nutrição

Tabus alimentares: mito ou verdade? Tabus alimentares são crenças que ouvimos desde a infância e geralmente se referem à alimentação e à combinação de certos tipos de alimento que seriam prejudiciais à saúde. Esse tipo de informação passa de pai para filho e, às vezes, não apresenta nenhuma verdade.

Não devemos, no entanto, confundir tabus alimentares com hábitos culturais ou mesmo com algumas proibições provenientes de dogmas religiosos, como o fato de os judeus não comerem carne suína, de alguns protestantes serem adeptos das dietas vegetarianas ou de os católicos não comerem carne vermelha na Sexta-Feira Santa. 

Os tabus geralmente se originam da cultura de um povo ou de uma região e acabam se tornando "verdades". Essas proibições são, segundo Marvin Harris, "respostas culturais a problemas de adaptação ecológica". Além disso, esse antropólogo afirma que "muitos estudiosos de culturas e superstições afirmam que as sociedades proíbem certas classes de alimentos, pois classificá-las em comestíveis e não-comestíveis significa classificar uma experiência no mundo". Vamos verificar as origens e as verdades de alguns tabus.

Manga com leite mata? Na época da escravatura, a alimentação dos escravos era muito precária. Para matar a fome, eles costumavam colher frutas dos pomares e comê-las à noite, longe dos olhares dos feitores das fazendas. Quando os senhores descobriram esse fato, aproveitaram-se da ingenuidade dos escravos e passaram a ensinar-lhes uma quadrinha que dizia: "Fruta de manhã é prata, de tarde é ouro e de noite mata!" E como eles recebiam leite como alimentação noturna, a mistura desses dois alimentos se tornou um tabu. Mas, do ponto de vista da nutrição, a combinação de manga com leite é muito saudável, pois a manga é rica em vitaminas e minerais e o leite, em proteínas e vitaminas, formando, assim, uma bela dupla. 

Melancia com vinho empedra no estômago? A melancia é uma fruta rica em água, vitaminas A e C, potássio e outros minerais. A crença de que a melancia seria uma fruta indigesta provém da sua composição, pois ela contém fibras insolúveis que estão presentes na polpa e que possuem a propriedade de aumentar a peristalse, ou seja, os movimentos intestinais, dando a sensação de que a digestão é complicada. Mas nada disso é verdade. A maior parte da melancia é composta de água, e as fibras presentes em sua polpa ajudam a melhorar o funcionamento do intestino. 

Cachaça com leite talha dentro da gente? Esse ditado se originou do espanhol: la leche con el vino tornase venino. O leite era considerado pelos europeus um alimento completo. E misturá-lo a qualquer outro não era muito agradável ao estômago estrangeiro. Pensava-se que o álcool "talharia" o leite, que ficaria petrificado nas entranhas, atrapalhando o curso do sangue, obstruindo a circulação e causando congestão e asfixia. 

Esses são alguns tabus alimentares, entre outros que existem por aí. 

Os tabus e mitos acabam por ser assumidos como verdade, principalmente pela população menos esclarecida, apesar de não terem nenhuma comprovação científica. No meio de tanta informação sobre nutrição é compreensível que as pessoas fiquem confusas e que nem sempre façam as melhores escolhas. O importante é manter uma alimentação equilibrada, variada e completa, considerando sempre as necessidades individuais de cada pessoa de acordo com o seu tipo de vida e do seu próprio metabolismo.

16 FEV/2017 | Departamento de Nutrição

COMENTÁRIOS

  • Não existem comentários para este post ainda. Seja o primeiro a comentar!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

  • Digite as letras conforme são mostradas na imagem abaixo.
    As letras não diferenciam maiúsculas e minúsculas.
  • captcha

    Caso a imagem esteja ilegível ou o texto seja considerado incorreto, clique aqui e tente outra vez

  • loader

ACOMPANHE A ÁGUA DOCE NO TWITTER

Carregando tweets ...